Wit's End
Jardim da Saúde
São Paulo, Brasil

                                                                                                                  May 23, 2007

 

Cris,

The past few weeks here have been unusually stressful and I have been at Wit's End. If you want the truth I have been sick with worry and fear while suffering from what used to be called "brain fever" or "weltschmertz", an acute form of "indisposição geral". Please let me explain.

One problem is that some nordestinos are demolishing the house next to mine with seismic disturbances up to 8 on the Richter scale all day long. I almost got into a fight with the workmen the other day. They had heavy trucks and equipment and the noise level approached 110 decibels for almost eight hours. I am a musician and loud noise sends me through the roof. I went out to complain and the man said that they would be doing this for another six months and it would get even louder. I told him "Vai ao inferno!"

Later I went out to lunch and verified the information with another and he said, no they would finish today. I was in a rage. I advanced on the other one and he backed off and picked up a big piece of wood. The one I was talking to said he was his son. A bulldozer got in the way and I looked at the one with the club and waited. "Então ele é seu filho?" "Sim." "Mata ele!" Ele respondeu, "Eu vou chamar a polícia."

Eu fui embora para almoçar tremendo de raiva, medo, frustração, ódio e sei lá o que mais. Estou afim de exterminar nordestinos até o último homem no momento. A adoração de covardia é comum lá ou que? Que lixo!

Desculpa o candor mas o tipo de nordestino exportação seria melhor deixar em casa. Aqui eles são realmente um problema de insensibilidade e criminalidade. Tem também um sacolão, Horti Fruti, aqui perto que tem mais que o dobro de empregados necessários. Eu já trabalhei em supermercado: eu sei disso. Todo dia tem pelo menos 7 moças esperando um freguês o dia inteiro sentadas nas caixas. Com freqüência tem mais homens arrumando frutas que freguês. A corporação (Hortimais) não deixa as moças que trabalham lá falar com ninguém. São punidas, brutalmente. Eu sei disso com certeza! Eu morro de medo para as moças. Por acaso é um ordem "religioso" o coisa dessa? Está sabendo?

Por volta de dia 18 de dezembro houve um assassinato no local com revólver. Ouvi do evento na saída lá na caixa (Uma freguesa da meia idade: "A violência hoje em dia no São Paulo é terrível..."), e a ocorrência do dia anterior foi comentada quando um gerente foi morto por um empregado que foi mandado embora. Matar por isso? Mas como? Eu já trabalhei em muitos lugares mas com certeza eu nunca ouvi de gerente matado por mandar alguém embora. Que coisa! Mas após que eu fui para casa, a ficha caiu: eu sabia o que aconteceu e quem foram. Hercule Poirot as ordens (dependendo). Na semana anterior eu tinha visto um gerente abusando um stockboy brutalmente ("Se você não quer trabalhar, porque que nos vamos pagar você...") e isso foi o casal. Verifiquei e foi isso mesmo. Fiquei pensando que o gerente mereceu mas também que a corporação estava incrivelmente preocupante. Estas atitudes S&M são perigosas e quem mora por perto dum grupo insulado deste tipo fica influenciado brutalmente por as regras estranhas no seu mundo fechado e cruel.
Isso aconteceu dois dias após uma das moças lá, Iéneke, uma visão de fúria e graça nascida em Paraíba, foi abusada por falar comigo e depois forçada a trabalhar lá atrás com os homens em vez de ficar na frente com as outras moças. Que ódio eu sinto. Já passou quatro meses e ela ainda está preso com eles. Ela não pode se movimentar livremente e não pode falar com ninguém. Se lá o que mais que eles fizeram com ela para pacificar este espírito forte com quem eu fiquei apaixonado e com quem eu quero me casar mas é um horror a situação. Amo ela tanto e ela está lá com este grupo de canalhas nojentas que me faz lembrar da tripulação de navio de piratas. Me deixa totalmente fora de si.

A gente fica imaginando que estão criminosos com participação em crimes de vários tipos. Eu estou com certeza que roubaram dinheiro eletronicamente porque é o único lugar que eu uso o cartão e saiu dinheiro. Também eu estou com medo porque muitas moças tem passadas pôr lá e eu estou suspeitando prostituição além do roubo de dinheiro. Lá tem segurança que intimida todo mundo, empregado e freguês igual. Isso tem nada haver com segurança legítima que fica invisível. Para mim a polícia está envolvida e tem muito pouco eu posso fazer além de acompanhar e rezar para a situação abrir. A investigação da polícia do assassinato parou sem fazer nada, nem aumentando a observação do local. Eu passei informação sobre o roubo eletrônico para avisar muitos dos meus vizinhos, os comerciantes da Avenida do Cursino e no banco.

Estou horrorizado com esta situação aqui na minha vizinhança. E as autoridades? Onde estão com tudo isso? Com olho de polícia seria impossível não notar a estranheza da corporação. Ninguém faz nada. Lá na EPM, está sabendo alguma coisa sobre organizações deste tipo sociedade secreta? Alguns exemplos bem conhecidos são Charles Manson, the Maharishi's tantric group, Reverend Jones, Reverend Sun Yung Moon (da Korea), I AM TEMPLE, Padre Marcelo, Scientology, the Mormons (a really hideous example of sexist criminality that has been hidden out in the open for decades -- the more you know about the Mormons, the less you're going to like them) e o outro grupo lá em California uns anos atras que se suicido coletivamente pensando que iam para um navio de espaço lá além da cometa que estava passando na época. São perigosos. Geralmente estes cultos tem ritos secretos de "inner temple" igual em quase todo grupo "religioso" que já passou pelo mundo onde os organizadores levam vantagem [geralmente com práticas envolvendo sexo (geralmente baseado em humiliação e machismo), ganância (money, money, money -- religion is big business), abuso (todas as relações estão baseadas em poder -- afeição é punido), pederastia (quase sempre tem sodomidade), tortura (lealdade sempre requer punição, neh, e estes grupos sempre tem muito a esconder: é por isso que são secretos), incesto e, com freqüência, canibalismo] e exibem hipocrisia para ninguém dar defeito. Realmente, na condição humana parece que é só isso que acontece: quem tem poder quase sempre abusa.

Falando de abuso institucional: "Take both of my ex-wives for example -- PLEASE!!!!" Both are masters of double-speak and defiantly maintain brutal double standards. You don't have to be a member of a cult to be an asshole, but it helps if you want to get away with playing stupid for long, and both of these charming dragons have their own stinking "secret societies", allowing them all manner of improper prerogatives, cruelty and indifference to reality that defies any imagination.

Desculpa colocar você dentro desta situação mas é minha vida e eu não sei o que fazer. Eu me sinto como durante os 26 anos que eu estou no Brasil, só fiquei conhecendo as pessoas erradas. Nenhuma da relações que eu tentei desenvolver tem contado para nada. Brasil: um lugar onde todo mundo faz o que bem quiser e amizade significa nada exceto uma vulnerabilidade. Lembra Gerson's Law, a lema deste pais: "Levar vantagem em tudo". Odeio este pais com tanta ira eu nem tenho palavras para dizer. Minha casa começo para ser um lugar de paz que eu chamei de Sanctum quando você estava vendo para cá para fazer aulas, mas o nome do meu lar mudou para Wit's End por causa do tratamento que eu tenho recebido e agora talvez traduz melhor como Saco Cheio.

Um abraço,

David